Após CNU, governo adia mais concursos por causa das enchentes no RS; veja quais

0

Em Porto Alegre, a inundação toma conta da cidade - Handout/SEDAC/AFP

Além do CNU (Concurso Nacional Unificado), ao menos 17 processos seletivos já foram adiados em virtude das enchentes no Rio Grande do Sul.

Na quarta-feira (8), a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) anunciou o adiamento da prova que seria realizada em 26 de maio. O exame foi remarcado para 23 de junho, mantendo os mesmos horários previstos.

“O objetivo essencial é garantir a segurança plena de todos os candidatos e profissionais envolvidos na aplicação da prova”, afirmou a CVM.

Dois dias antes, o governo federal havia adiado o concurso do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), que estava marcado para ser realizado neste domingo (12). São cem vagas para os cargos de analista executivo em metrologia e qualidade e pesquisador-tecnologista em metrologia e qualidade.

“As provas aprazadas para o próximo dia 12 foram adiadas por motivo de força maior”, informou o Inmetro e o Idecan (Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional). A nova data ainda não foi divulgada.

Um concurso que seria realizado para a Marinha também foi postergado. O teste estava previsto para a terça-feira passada (7), mas foi alterado para 21 de maio. O processo irá selecionar candidatos para o curso de formação de soldados fuzileiros navais, com 1.680 vagas.

O processo seletivo para a Defensoria Pública do Paraná, previsto para este domingo (12), foi suspenso e não tem nova data marcada. O exame vai definir um defensor público substituto, que receberá R$ 24.662,77.

A Fundatec (Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências) divulgou que já suspendeu 13 exames, sendo 11 para órgãos no Rio Grande do Sul.

  • Cremers (Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul)
  • Fumssar (Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa (RS))
  • Prefeitura, Câmara de Vereadores e Instituto de Previdência de Balneário Barra do Sul (SC)
  • Prefeitura de Casca (RS)
  • Prefeitura de Cidreira (RS)
  • Prefeitura de Esteio (RS)
  • Prefeitura de Itaara (RS)
  • Prefeitura de Monte Castelo (SC)
  • Prefeitura de Porto Alegre (RS)
  • Prefeitura de Sapucaia do Sul (RS)
  • Prefeitura de Venâncio Aires (RS)
  • Prefeitura de Viamão (RS)
  • Câmara de Vereadores de Viamão (RS)

CAIXA E ANATEL MANTÊM CONCURSOS

A Caixa Econômica Federal e a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) dizem que estão acompanhando a situação no Rio Grande do Sul, mas anunciaram que estão mantidas as provas dos concursos previstas para 26 de maio.

A Caixa selecionará 4.050 pessoas para técnico bancário, técnico bancário em tecnologia de informação, médico do trabalho e engenheiro de segurança do trabalho, com salários que vão de R$ 3.762 a R$ 14.915.

“Estamos acompanhando a situação no Rio Grande do Sul, porém, até o momento, não há previsão de adiamento”, informou a assessoria do banco. A prova será organizada pela Fundação Cesgranrio, que também é responsável pelo Concurso Nacional Unificado.

A Anatel comunicou que realiza “contínua avaliação e discussão sobre a viabilidade”, mas que mantém até o momento a data de 26 de maio para a prova. O concurso selecionará 50 pessoas para seis cargos diferentes, com salário de até R$ 16.413,35.

CNU SEGUE SEM NOVA DATA

O Concurso Nacional Unificado teria prova no último domingo (5), mas foi adiado dois dias antes pelo governo. A ministra de Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, disse que ainda não há uma nova data marcada e evitou fazer previsões.

Mais de 2,1 milhões de candidatos se inscreveram para o exame, que oferece 6.640 vagas em 21 órgãos ligados ao governo federal.

About Author

Deixe um comentário...