Bahia: Médico é investigado por denúncias de assédio sexual

0

Imagem de aparelho para medir pressão — Foto: Regis Duvignau / REUTERS

A Delegacia de Palmeiras, na Chapada Diamantina, Bahia, investiga um profissional do programa Mais Médicos após denúncias de assédio e importunação sexual contra adolescentes. Na quarta-feira (22), o Ministério da Saúde foi acionado, com o pedido de afastamento do médico. As informações são do G1.

O suspeito trabalha na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Vale do Capão. De acordo com as denúncias, o médico teria enviado mensagens com conteúdos libidinosos para adolescentes, caracterizando o crime de importunação sexual.

Diversas capturas de telas de celular foram divulgadas na internet. Fora isso, uma estagiária da unidade de saúde da cidade teria sido vítima do profissional.

A Prefeitura de Palmeiras disse que recebeu denúncias de moradores. Uma comissão foi constituída para averiguar as infrações. A gestão municipal teve que acionar o Ministério da Saúde para pedir a suspensão do homem. A pasta pediu um prazo para investigar o caso.

Deixe um comentário...