Brasil é OURO bicampeão olímpico no futebol em Toquio

Matheus Cunha marcou o primeiro gol da partida e Malcom garantiu o título na prorrogação com vitória por 2 a 1

Seleção Brasileira foi em busca do segundo ouro de sua história no futebol dos Jogos Olímpicos contra a Espanha neste sábado, 07, 08:30 da manhã, horário de Brasília, no Estádio Internacional de Yokohama. O gol da vitória por 2 a 1 foi marcado no segundo tempo da prorrogação.

O primeiro tempo foi complicado, com a seleção brasileira teve oportunidade de abrir o marcador com um pênalti, mas  Richarlison bateu muito mal e não conseguiu marcar, porém nos acrescimos da primeira etapa de jogo, Matheus Cunha bateu e marcou o primeiro da partida.

No segundo tempo aos 14 minutos Mikel Oyarzabal marcou para a Espanha e deixou tudo igual no placar. E o time brasileiro perdeu a vantagem conquistada no primeiro tempo da partida. Com as mudanças efetuadas pelo técnico espanhol a equipe adversaria se tornou mais ofensiva e levou grande risco para a seleção brasileira que precisou correr atrás para se defender e ainda criar oportunidades. O tempo regulamentar chegou ao fim com 1 a 1 no marcador e a partida foi para a prorrogação.

No segundo tempo da prorrogação o Brasil conseguiu marcar, depois de uma excelente jogada Malcom mandou para o fundo da rede e colocou o Brasil de volta na vantagem e marcou 2 a 1 para a equipe canarinho.

Resumão

Yokohama é verde e amarela novamente. Mas desta vez com detalhes dourados. 19 anos após faturar o pentacampeonato mundial, o Brasil voltou à cidade japonesa para conquistar o bicampeonato olímpico. E foi sofrido. Diante da Espanha, o Brasil perdeu pênalti com Richarlison, conseguiu sair na frente do placar com Matheus Cunha, mas sofreu o empate de Oyarzabal e levou pressão no segundo tempo. Na prorrogação, porém, brilhou a estrela de Malcom, que deixou o banco para marcar o gol do título.

Deixe um comentário...