Câncer de boca: conheça 6 sintomas incomuns da doença

Foto: Unsplash/Reprodução

Por Bethânia Nunes

Feridas na boca ou aftas que não cicatrizam, caroços e manchas vermelhas nas gengivas, língua, lábios e garganta são alguns dos sintomas mais conhecidos do câncer de boca. Porém, eles não são os únicos. É importante estar atento ao aparecimento de sinais menos comuns da doença.

O câncer da boca, também conhecido como câncer de lábio e cavidade oral, é um tumor maligno que pode aparecer na superfície da língua, no interior das bochechas, no céu da boca (palato), nos lábios ou nas gengivas.

Com menor frequência, ele também pode se desenvolver nas glândulas que produzem saliva, nas amígdalas na parte posterior da boca e na faringe, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca).

O tabagismo, o consumo de álcool e infecção pelo vírus do papiloma humano (HPV) são as principais causas da doença.

“Identificar o câncer de boca o mais cedo possível é crucial para vencer a doença. A detecção precoce aumenta nossas chances de sobrevivência de 50% para 90%”, afirma a médica Karen Coates, da Oral Health Foundation, ao jornal Daily Mail.

Alguns pacientes podem desenvolver rouquidão da voz, zumbido no ouvido e incapacidade de colocar a língua para fora da boca, por exemplo. Conheça seis sintomas menos comuns da doença:

Voz rouca

Alterações na voz – que pode ficar rouca, mais baixa ou como se o indivíduo estivesse resfriado – são alguns sinais do câncer de boca se o tumor estiver próximo à parte de trás da garganta.

O inchaço na boca causado pela doença também pode provocar ceceio (falar com a língua entre os dentes), interferindo na pronúncia de palavras específicas. A fala também pode ser afetada pela presença de células cancerígenas na língua, explica Karen.

Língua presa

Além do ceceio, o câncer de boca pode restringir o movimento da língua e fazer com que a pessoa tenha dificuldade para deixá-la reta. É mais comum no câncer que envolve a língua, palato mole ou lábio, e também está associado ao carcinoma de células escamosas.

Dor de ouvido e dormência da boca

A depender de onde o tumor se encontra, o paciente pode sentir dores de ouvido, dormência inexplicável e persistente na boca ou mandíbula rígida, pois ele pode afetar os nervos, ossos, tecidos, órgãos e glândulas que os rodeiam. O tamanho do tumor e quanto ele afeta a boca também tem influência na progressão dos sintomas.

Zumbido no ouvido

Pacientes com câncer de boca podem ouvir um zumbido ou espécie de assobio e sentir o ouvido latejar. Os sintomas são causados ​​por tumores localizados perto da mandíbula, orelha ou nariz, porque afetam os nervos na região.

Dentes soltos

Os tumores, lesões, rachaduras e sangramentos nas gengivas podem fazer com que os dentes dos pacientes se soltem espontaneamente, de acordo com o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido (NHS, na sigla em inglês). Também pode ser observada uma maior dificuldade de cicatrização após as extrações.

Especialistas alertam que, mesmo que não seja câncer de boca, a perda de dentes não é normal e o paciente deve procurar um médico para a correta avaliação.

Perda de peso

Pacientes que enfrentam o câncer de boca acabam tendo maior dificuldade para se alimentar. Comer e engolir torna-se doloroso com a presença de tumores e feridas. Como consequência, acabam perdendo o apetite e o peso.

“Na maioria dos casos, estes serão sinais de algo menos grave do que o câncer. Mas é importante informar o seu médico ou dentista se notar algum destes sintomas ou qualquer outra coisa que não seja normal para você”, orienta a chefe de saúde e informação do paciente do Cancer Research UK, Julie Sharp.

Deixe um comentário...