Copa no Catar contará com zonas de sobriedade para torcedores bêbados

Al Rihla, bola da Copa do Mundo do Catar. Foto: Divulgação

Por Gabriel Aurélio

A disputa da Copa do Mundo entre os dias 20/11 e 18/12 fez com que o Catar flexibilizasse algumas de suas leis. Questionado sobre essas adaptações para a disputa, Nasser Al Khater, diretor-executivo da competição, revelou a criação de “zonas de sobriedade” voltada para a recuperação de torcedores bêbados. No local, os torcedores ficarão em tendas até ficarem aptos para seguir viagem.

“É um lugar para garantir que eles permaneçam seguros, e também não representem uma ameaça para ninguém”, disse Al Khater em entrevista à Sky News.

A medida só valerá durante a disputa do mundial. No Catar a venda e o consumo de bebidas alcoólicas nas ruas é crime passível de prisão, no entanto, durante a competição a venda de bebidas ficará exclusiva a bares e restaurantes autorizados. Os entornos dos estádios e as Fan Zones também será possível comprar e consumir bebidas alcoólicas.

Ao falar também sobre a questão das leis anti-LGBTQIA+ vigentes no país do Oriente Médio, Nasser Al Khater declarou que todos serão bem- recebidos mas espera respeito a cultura do país sede.

“Tudo o que pedimos é que respeitem a nossa cultura. Enquanto as pessoas não fizerem nada que machuque outras pessoas, destrua propriedade pública, e se comportem de uma maneira que não seja perigosa, todos são bem-vindos”, declarou.

Ainda relacionado ao tema, o diretor-executivo mostrou-se desfavorável ao uso da faixa de capitão com as cores do arco-íris que Harry Kane e outros jogadores pretendem utilizar durante a Copa.

“Esse é um evento esportivo que as pessoas querem vir e aproveitar. Não acho que é a coisa certa para o esporte transformar a Copa em uma plataforma política” finalizou.

 

Deixe um comentário...