Daniel Alves é transferido de presídio na Espanha; veja motivo

Daniel Alves. Foto: Abbie Parr/Getty Image

O lateral-direito Daniel Alves foi transferido de prisão na Espanha na segunda-feira (23). O jogador, acusado de ter cometido um crime sexual contra uma mulher de 23 anos, foi transferido para uma unidade prisional por questões de segurança. Daniel Alves está agora em uma prisão que possui celas e chuveiros individuais. O atleta nega ter cometido o crime.

A decisão de mudar o brasileiro de unidade prisional foi tomada pela Secretaria de Medidas Penais, Reinserção e Atenção à Vítima do Departamento de Justiça da Catalunha, que optou por manter o atleta em um local em que a operação diária possa ser menos problemática. Na Brians 1, onde passou três noites preso, a presença de Daniel Alves estava sendo motivo de maior trabalho para a equipe de segurança local.

Agora, o lateral de 39 anos foi transferido para a Brians 2, unidade prisional que conta com 80 detentos por módulo – na Brians 1, o número era de 200 presos por módulo. Desta forma, a presença do jogador gera menos impacto na operação diária da prisão.

A Secretaria de Medidas Penais, Reinserção e Atenção à Vítima do Departamento de Justiça da Catalunha afirmou que a mudança do brasileiro não foi motivada por uma suposta regalia ao ex-atleta do Barcelona. Agora, a equipe de segurança da Brians 2 vai avaliar em qual módulo Daniel Alves ficará preso.

O Centro Penitenciário Brians fica localizado no município de Sant Esteve Sesrovires, que fica a cerca de 40km de Barcelona. O local é utilizado para detentos presos preventivamente, como é o caso do jogador, e um número menor de condenados pela Justiça.

Daniel Alves está preso desde a última sexta-feira (20), quando foi levado pela polícia espanhola ao se apresentar para prestar depoimento sobre o caso em que é acusado de crime sexual. O jogador pode ficar preso preventivamente por até dois anos antes de a Justiça resolver o caso.

Deixe um comentário...