Daniela Mercury relata agonia ao usar camisa do Brasil na Copa

Daniela Mercury. Foto: Dilson Silva / AgNews

Por Thamirys Andrade

Daniela Mercury relatou ter ficado “um pouco agoniada” ao vestir a camisa da Seleção Brasileira a fim de torcer na Copa do Mundo. Isso porque a blusa se tornou uma marca dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL). Entretanto, a cantora afirmou que, “como Lula e Janja já usaram” a camisa, ela decidiu fazer o mesmo.

– Estou um pouco agoniada, não posso negar. Eu e Malu [esposa de Daniela] abrimos nosso baú pra pegar as roupas que ficam guardadas de quatro em quatro anos. Vou ter que colocar com patuás junto [risos]. Afinal de contas, eu sou baiana! A gente torce, reza e luta pela democracia, pra não vacilar. Como Lula e Janja já usaram, a gente vai junto – disse ela ao jornal Extra.

Na entrevista, Mercury contou que sempre votou em Lula para a Presidência e também em Dilma por acreditar que eles estavam “mais próximos de um Brasil com melhor distribuição de renda”. Ao ser questionada se ela já havia se decepcionado com o petista, ela admitiu que sim, revelando ter se preocupado com os escândalos de corrupção.

– Eu me decepcionei, sim, na segunda gestão de Lula. Até falei com ele na época. A gente se encontrava bastante por conta dos trabalhos sociais que faço. Então, eu me manifestei, dizendo que achava importante a alternância no poder, que eu estava preocupada com os escândalos de corrupção. E depois a gente foi entendendo mais e mais o que tinha acontecido. A política é muito complexa. Oito anos é muito tempo, quatro anos é pouco. Talvez o ideal fossem seis anos de gestão, um meio-termo – avaliou.

Deixe um comentário...