Dinossauros mais antigos do mundo foram achados no RS, confirma Guiness

Foram encontrados em Santa Maria indícios de presença do Saturnalia tupiniquim, Nhandumirim waldsangae, Buriolestes schultzi, Pampadromaeus barberenai, Bagualosaurus agudoensis, Gnathovorax cabreirai e…. leia mais

Pesquisadores encontraram rochas contendo fósseis que datam de até 233,2 milhões de anos atrás, período correspondente à idade ladiniana

Os dinossauros mais antigos do mundo podem ter habitado o Brasil, mais precisamente a a área chamada de Formação de Santa Maria, na região central do estado do Rio Grande do Sul. É o que reconheceu ontem (5) o Guinness World Records.

O Guiness diz que, embora não seja possível dizer com precisão a ideia de fósseis de animais que viveram há milhões de anos, foi constatado que o sítio arqueológico de Santa Maria tem cristais de zircão datados de até 233,2 milhões de anos.

“O local mais antigo conhecido do qual dinossauros foram recuperados até agora é a Formação Santa Maria do Rio Grande do Sul, Brasil, onde os cristais de zircão locais foram radiometricamente datados em até c. 233,2 milhões de anos, situando-os na idade ladiniana do final do período Triássico”, diz a publicação.

Os pesquisadores do Projeto Dinorigin, que encontraram os fósseis, aguardavam o reconhecimento do Guiness desde novembro de 2021.

Foram encontrados em Santa Maria indícios de presença do Saturnalia tupiniquim, Nhandumirim waldsangae, Buriolestes schultzi, Pampadromaeus barberenai, Bagualosaurus agudoensis, Gnathovorax cabreirai e Staurikosaurus pricei.

Conhecidos como sauropodomorfos (que mais tarde originariam os saurópodes gigantes, todos eles eram de pequeno porte, bípedes e herbívoros, com exceção do estauricossauro — um herrerasaurídeo comedor de carne —  e os buriolestes, exclusivamente carnívoros entre os sauropodomorfos.

Deixe um comentário...