Direitos Humanos monitora situação de detidos em ginásio

0

Direitos Humanos monitora situação de detidos em ginásio. Foto: Reprodução / Youtube / Record TV Brasília

Por Lucas Dias

O ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania, Silvio Almeida, afirmou em nota que mantém contato com o Ministério da Justiça para monitorar a situação de pessoas detidas após participarem de invasão e depredação das sedes dos Três Poderes no último domingo (8), em Brasília.

– As prisões em flagrante estão sendo lavradas e as pastas irão atuar conjuntamente para que a legalidade sempre seja observada – disse Almeida.

O ministro ressaltou, contudo, que a pasta se alinha totalmente ao tratamento rigoroso dado aos manifestantes pelo presidente e chefes dos demais Poderes.

– A verdadeira defesa dos direitos humanos, portanto, exige o repúdio ao golpismo e à violência promovida por grupos antidemocráticos e orientados pelo fascismo – acrescentou.

Almeida ainda expressou preocupação “com todas as pessoas deste país que se encontram em situação de cárcere – sem exceção – e que em sua grande maioria, são pessoas pobres e desamparadas”.

De acordo com informações do Ministério da Justiça e Segurança Pública, 1,5 mil pessoas foram detidas desde domingo. Elas ainda estão sendo ouvidas e caberá ao Judiciário decidir sobre a prisão. A Polícia Civil do Distrito Federal informou que 300 pessoas envolvidas nos atos foram presas em flagrante.

*AE

About Author

Deixe um comentário...