Invasão que mirou Moraes foi com credencial do próprio CNJ, não de tribunal, indica apuração preliminar

0

Ministro Alexandre de Moraes. Foto: EFE/Fernando Bizerra Jr

Por Paulo Cappelli

Uma credencial usada por servidor do próprio Conselho Nacional da Justiça (CNJ) foi usada para invadir o sistema e atacar o ministro Alexandre de Moraes, apontam investigações preliminares.

Como o Banco Nacional de Mandados de Prisão é abastecido com informações de tribunais de todo o país, uma credencial externa poderia ter sido usada para a chiste direcionada a Moraes.

O sistema do CNJ foi usado indevidamente para incluir um mandado de prisão contra Alexandre de Moraes.

 

About Author

Deixe um comentário...