Israel amplia aplicação de dose de reforço para pessoas de mais de 50 anos e profissionais de saúde

Israel reduziu nesta sexta-feira de 60 para 50 anos a idade mínima para cidadãos receberem a terceira dose de reforço de…. leia mais…

Israel reduziu nesta sexta-feira de 60 para 50 anos a idade mínima para cidadãos receberem a terceira dose de reforço de vacinas contra Covid-19, e também as oferecerão a profissionais de saúde, na esperança de conter uma disparada de infecções da variante Delta do coronavírus.

O diretor-geral do Ministério da Saúde, Nachman Ash, aceitou na noite de quinta-feira a recomendação de um conselho de especialistas de ampliar a oferta da terceira dose da vacina da Pfizer-BioNTech.

As pessoas autorizadas serão “pessoas de mais de 50 anos, profissionais de saúde, pessoas com fatores de risco graves para o coronavírus, presidiários e carcereiros”, disse a pasta em um comunicado.

Publicado por Fabiana Maluf

 

Deixe um comentário...