Jogador do Borussia é investigado por agredir ex-namorada grávida

Nico Schulz. Foto: Reprodução/instagram

Por Gabriel Aurélio

O lateral esquerdo Nico Schulz, do Borussia Dortmund, está sob investigação de violência doméstica por agredir a ex-namorada grávida com golpes na barriga em 2020.

De acordo com relatos, a agressão foi com a intenção de interromper a gravidez da mulher. O episódio ocorreu cerca de duas semanas antes do parto, afirma o jornal Bild, da Alemanha.

A Procuradoria do Estado de Dortmund abriu a investigação e a polícia está atrás das provas da agressão. Com isso, uma conversa entre o lateral e a o ex-namorada, onde a mulher o acusa de agressão, foi incluída no processo. “Você me bateu quando eu estava nua em meu próprio apartamento” afirmou.

Caso seja provado que Nico agrediu sua ex-companheira, de acordo com as leis da Alemanha, o jogador pode pegar até 10 anos de prisão. O atleta nega a agressão.

Nesse domingo (7/8) o Borussia informou que está ciente do caso apenas pela imprensa e que mesmo assim ainda não irá tomar medidas em relação a Nico, pois o caso ainda está em estágios iniciais. Confira o comunicado da equipe:

“As alegações que foram feitas – das quais o Borussia Dortmund não tinha conhecimento algum até que surgiram as notícias da mídia – são extremamente sérias e chocantes para o BVB. O Borussia Dortmund as leva muito a sério e se distancia de qualquer forma de violência. No entanto, o Borussia Dortmund não faz parte do processo e não tem informações sobre os arquivos de investigação ou as acusações criminais que aparentemente estão pendentes. Como este é um caso pendente em seus estágios iniciais, e a situação factual e jurídica é extremamente incerta para o Borussia Dortmund como está hoje, ainda não podemos tomar decisões confiáveis e juridicamente seguras em relação ao direito trabalhista e medidas disciplinares. No entanto, reservamo-nos o direito de fazê-lo a qualquer momento assim que soubermos mais objetivamente”.

Deixe um comentário...