Justiça decreta prisão preventiva de homem que espancou procuradora

Foto: Reprodução

São Paulo – A Justiça decretou na tarde desta quarta-feira (22/6) a prisão preventiva de Demétrius Oliveira Macedo, de 34 anos, que espancou brutalmente sua chefe, a procuradora-geral de Registro (SP), Gabriela Samadello Monteiro de Barros, de 39 anos.

O pedido de prisão foi apresentado pelo delegado Daniel Vaz Rocha na 1ª Vara Criminal da cidade, no interior de São Paulo.

Imagens e vídeo da violência brutal que aconteceu na segunda-feira (20/6) viralizaram nas redes sociais. Na gravação, é possível ver o procurador dar socos e cotoveladas na colega. Ao portal, a procuradora afirmou que as agressões duraram cerca de 20 minutos e que o vídeo registrou apenas os 20 segundo finais.

Enquanto agredia a procuradora, Demétrius ainda a xinga de “puta” e “vagabunda do caralho”.

Mais cedo, Demétrius prestou depoimento, no qual admitiu que agrediu a procuradora e alegou que sofria assédio moral no ambiente de trabalho. Na ocasião, ele foi liberado por “falta de flagrante”.

procuradora espancada agredida registro sao paulo
Gabriela Samadello foi agredida de forma brutal por Demétrius Oliveira

Também nesta quarta, a prefeitura de Registro afastou temporariamente o homem do cargo de procurador, com interrupção do pagamento de salário.

A suspeita de Gabriela é que a motivação de Demétrius tenha sido a abertura de um processo disciplinar para apurar o comportamento no trabalho.

Deixe um comentário...