Polícia Civil da Paraíba investiga suspeita de irregularidade em ONG de Bayeux

ONG estaria simulando entrega de cartão de débito para enganar parceira de São Paulo e obrigando beneficiados locais a comprar em comércio específico, com possível sobrepreço.

A Polícia Civil da Paraíba está investigando uma denúncia de irregularidade numa parceria envolvendo uma Organização Não Governamental (ONG) de Bayeux, na Paraíba, conhecida por Aliança Bayeux, que estaria burlando um acordo firmado com uma outra ONG, de São Paulo. Houve inclusive uma operação nesta quarta-feira (1º), que culminou com quatro pessoas detidas. O delegado Allan Terruel, responsável pelo caso, disse que outras investigações vão acontecer para esclarecer algumas questões ainda em aberto.

A reportagem entrou em contato com a diretoria da Aliança Bayeux, mas os telefonemas não foram atendidos.

Tudo começou depois que a ONG Gerando Falcões, de São Paulo, firmou uma parceria com a ONG paraibana. A entidade paulista enviava cartões de débitos com R$ 300 de crédito para que a entidade paraibana entregasse a pessoas carentes da cidade. A suspeita, contudo, é que isso não acontecia.

“A ONG de Bayeux simulava a entrega dos cartões, para enganar a ONG de São Paulo, mas depois obrigava que as pessoas supostamente beneficiadas comprassem duas cestas básicas de R$ 150 num comércio específico indicado pela entidade. Existe a hipótese de que havia supervalorização dos produtos da cesta”, pontuou Terruel.

De acordo com o delegado, a notícia criminosa teria partido da ONG paulista, que começou a suspeitar da conduta da parceira local.

Assim, os policiais esperaram uma próxima entrega de cartões para saber como se dava todo o processo, e acabou constatando a obrigação de se gastar o valor num mesmo local do bairro de Mário Andreazza.

As pessoas detidas foram levadas para a Central de Polícia de João Pessoa.

Mary Simon

g1

Deixe um comentário...