Por que as bolas da Copa do Catar precisam ser conectadas à tomada?

Al-Rihla, bola oficial da Copa do Mundo, tem alta tecnologia Imagem: Markus Gilliar - GES Sportfoto/Getty Images

Por Karina Merli

Bola oficial da Copa do Mundo do Qatar, a Al-Rihla apareceu sendo recarregada em uma foto nesta semana e viralizou nas redes sociais. A imagem, para lá de inusitada para alguns, tem a sua justificativa.

É que ela contém, dentro de si, um sensor de alta tecnologia que precisa ser carregado antes do início de todos os jogos.

Bola da Copa do Mundo 2022: saiba tudo sobre a Al Rihla

Este aparelho é usado em diferentes situações dentro de uma partida que envolvem tanto a arbitragem — como na marcação de impedimentos — quanto os próprios jogadores — na questão da aerodinâmica.

Para que tudo isso funcione de maneira automática, estes sensores precisam ser capazes de enviar, em tempo real, as informações aos computadores da cabine do VAR.

O primeiro gol do português Bruno Fernandes contra o Uruguai, por exemplo, foi confirmado por meio desta tecnologia. A dúvida havia surgido pelo fato de Cristiano Ronaldo ter tentando um cabeceio na jogada em questão, mas o sensor não registrou qualquer desvio.

A bateria que sustenta os sensores tem duração máxima de seis horas (quando em uso ativo) e até 18 dias, caso isso não ocorra.

 

Deixe um comentário...