Prefeito Cícero Lucena celebra avanço da Rede Municipal de Ensino na inclusão de crianças com deficiência, durante formação para mais de 2 mil cuidadores

0

Prefeito Cícero Lucena celebra avanço da Rede Municipal de Ensino na inclusão de crianças com deficiência, durante formação para mais de 2 mil cuidadores

O prefeito Cícero Lucena celebrou mais um avanço na inclusão nas escolas municipais, que acolhem mais de 4 mil crianças, entre com deficiência física ou com o Transtorno do Espectro Autista (TEA), com 2.600 cuidadores mantendo uma atenção especial para esse público. Na sexta-feira (21), no Centro Escolar de Atividades Pedagógicas Integradoras (Cemapi), em Mangabeira, o gestor participou de um encontro para a formação dos profissionais que foram capacitados para lidar com gerenciamento de crise.

“Eu não temo dizer que em termos de inclusão, através do trabalho de vocês, nenhuma escola de qualquer padrão cuida tão bem das nossas crianças como vocês cuidam. Podem se orgulhar, podem botar o travesseiro na cabeça toda a noite e agradecer a Deus pela oportunidade que vocês estão tendo de fazer. E ele está vendo o que vocês estão fazendo. Por isso que, cada vez mais, nossa escola vai acolher quem precisa dela”, afirmou o prefeito.

A secretária municipal de Educação e Cultura (Sedec), América Castro, agradeceu o empenho dos cuidadores e disse que essa formação pode fazer a diferença na vida dos alunos. “A gente conseguiu implantar esse programa, esse projeto, e teve a adesão e muitos. Hoje somos não mais só quatro ou cinco ou 100, hoje somos 2.600 cuidadores, cuidando e orientando, zelando por 4.600 pessoas com deficiência. Então, é grandioso, é só agradecer, agradecer ao educador, agradecer aos gestores das escolas”, afirmou.

De acordo com Rejane Lira, da Divisão da Educação Especial da Rede Municipal, a capacitação para gerenciamento de crises envolve o cuidado com aqueles estudantes que apresentam alguma desregulação e descontrole. Nesses momentos o trabalho dos cuidadores se torna ainda mais necessário e pode fazer a diferença na condição da criança.

“A gente está garantindo não só o acesso, mas também a permanência de todos os estudantes com deficiência ou com o Transtorno Global do Desenvolvimento dentro das unidades escolares da Rede Municipal. E com a crescente que tivemos esse ano de alunos especiais na Rede, nós também conseguimos contratar mais cuidadores – foram mais de 500 só agora em 2024, porque ainda era da chamada da seleção de 2023”, explicou.

Hoje, na Rede Municipal, são 2.600 cuidadores voluntários – um salto em relação ao que existia em um recorte de três anos atrás – quando existiam 350 cuidadores. “É muito importante, porque temos muitos alunos PCDs, então é necessário que tenham um cuidador para ajudar os professores e até para detectar também e levar para os especialistas, para os psicopedagogos, para a equipe da gestão também, para os psicólogos, facilita muito”, afirmou Joana D’arc, cuidadora da Escola Ministro José Américo de Almeida.

Texto: Max Oliveira e Alexandre Quintans
Edição: Andrea Alves
Fotografia: Sérgio Lucena

About Author

Deixe um comentário...