Preso falso médico veterinário que fazia cirurgias em animais na Paraíba; veja o que diz o delegado do caso

0

Foto: Polícia Militar/Divulgação

Um homem de 34 anos, que se passava por médico veterinário na cidade de Tavares, na região de Princesa Isabel, no interior da Paraíba, foi preso e deve ser indiciado. Ele foi autuado pelos crimes de exercício ilegal da profissãofalsificação de documentação pública e falsidade ideológica. O suspeito assinava receituários utilizando uma inscrição inexistente no Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV), administrava medicamentos e realizava cirurgias eletivas em diversos animais, incluindo cães, gatos, bovinos e caprinos, colocando suas vidas em risco.

A denúncia partiu do Conselho de Profissionais Veterinários do Estado, após a emissão de um atestado falso para a viagem de um cachorro em um avião para São Paulo. A investigação conduzida pela delegacia de Princesa Isabel confirmou as práticas ilegais do homem, que também possui uma farmácia veterinária na cidade e vende agrotóxicos.

O delegado Gutemberg Cabral, da delegacia de Princesa Isabel, comentou sobre o caso: “Esta delegacia de polícia de Princesa Isabel, após vários dias de investigação, conseguiu apurar e chegar a uma conclusão de que o indivíduo praticava exercício ilegal da profissão, falsificação de documento público e falsidade ideológica. Ele se passava por médico veterinário, sem ter o diploma e sem ter registro no Conselho Regional de Medicina da Paraíba”.

Segundo o delegado, o homem será indiciado pelos crimes previstos no Código Penal, que incluem:

  • Exercício ilegal da profissão
  • Falsificação de documentação pública
  • Falsidade ideológica

As penas acumuladas podem chegar a até 13 anos de prisão.

por t5

About Author

Deixe um comentário...