Durante o mês de agosto é realizada a campanha Agosto Verde, que chama a atenção da sociedade para os riscos e cuidados necessários com o problema conhecido como pé diabético. Para alertar a população e levar serviços preventivos aos usuários, a Secretaria de Saúde de Campina Grande está desenvolvendo atividades nas Unidades Básicas de Saúde.

As UBS estão realizando atendimentos com podólogos, enfermeiros e médicos clínicos e encaminhando os casos necessários para a rede de cuidados com angiologistas do Hospital Universitário Alcides Carneiro ou do Hospital João XXIII, referências no atendimento e tratamento das situações moderadas.

“É um serviço pioneiro, é um mês de conscientização dos cuidados com o pé diabético, tentando difundir a informação e sensibilizar sobre a importância da prevenção na atenção primária, tentando reduzir os danos que a falta de cuidados pode acarretar, inclusive amputações, e também a diminuição de custos de alta complexidade com esse paciente, caso ele venha a piorar”, disse a enfermaria Paula Aciolly, da UBS Ana Amélia Cantalice, do Rocha Cavalcante.

De acordo com o Ministério da Saúde, a diabetes é responsável por 43 amputações por dia no Brasil. “O pé diabético é provocado por uma série de feridas ulcerativas causadas pela alta de glicemia que dificultam a cicatrização e podem levar até a amputação, perda do membro ou até morte”, disse a podóloga Marlene Gomes.

Deixe um comentário...