“Situação caótica”, diz Randolfe sobre despreparo com desastres naturais

Senador Randolfe Rodrigues. Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

Por Júlia Portela

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) divulgou, na terça-feira (22/11), informações sobre a situação orçamentária do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). Segundo o parlamentar, o órgão não tem espaço para lidar com despesas da Defesa Civil, uma vez que grande parte do orçamento foi direcionado às emendas de relator, que embasam o chamado orçamento secreto.

“O primeiro cenário que encontramos no ministério é um que inspira muitos cuidados pela situação orçamentária que nós temos na atualidade. Em janeiro, nós não teremos capacidade nenhuma, a União não terá capacidade nenhuma de investimento na área de desenvolvimento regional”, destaca. “A situação que estamos recebendo é, no mínimo, caótica.”

Relatórios

Randolfe disse, ainda, que a verba disponível para a contenção de encostas, por exemplo, é de apenas R$ 2 milhões.

“A situação orçamentária é grave e revela uma opção que foi feita pelo atual governo, que é a opção de priorizar a destinação de recursos para as chamadas emendas parlamentares, e não priorizar a destinação de recursos em obras programáticas e emergências que necessitam ter resposta por parte da União”, ressaltou.

O grupo de trabalho deverá apresentar dois relatórios, com uma radiografia da situação atual da área do governo e outro com sugestões de propostas para a gestão de Lula.

Deixe um comentário...