Copa: após proibição, patrocinadora vai doar cerveja ao país campeão

Foto: Matthew Ashton - AMA/Getty Images

Por Gabriel Lima

O Catar surpreendeu torcedores e patrocinadores ao proibir a venda de bebidas alcoólicas nos estádios durante os jogos da Copa do Mundo 2022. Uma das patrocinadoras da competição, a cervejeira Budweiser anunciou o que a seleção que conquistar a Copa vai ficar com o estoque de cerveja que a empresa levou para o Catar.

“Novo dia, novo Tweet. O país vencedor fica com os “Buds”. Quem os receberá?”, escreveu a marca no Twitter. Vale lembrar que a proibição fica restrita aos estádios. Dessa maneira a Fan Festival, que tem capacidade para 40 mil torcedores, terá a comercialização da bebida e o perrengue passa a ser apenas um: pagar R$ 73 em um copo de 500ml.

Equatorianos gritam por cerveja

No jogo de estreia da Copa do Mundo 2022, o Equador levou a melhor contra o Catar, no domingo (20/11), e venceu o time da casa por 2×0. Durante a comemoração do bom resultado, a torcida do país sul-americano passou a fazer um pedido inusitado durante a partida: “Queremos cerveja”. Enquanto algumas torcidas têm o hábito de puxar a ola, a do Equador encontrou, na vitória de seu país, uma forma inusitada de fazer uma reivindicação.

Catar proíbe bebida alcoólica

Inicialmente o acordo liberava a venda no entorno dos oito estádios da competição, no entanto, o governo do país voltou atrás na decisão. Nas tendas de venda de bebidas, só serão comercializadas cerveja sem álcool, de acordo com o The New York Times.

A decisão às vésperas do início do Mundial desagradou a Fifa e os patrocinadores, em especial a Budweiser, que é a fornecedora oficial de cervejas da competição. A entidade se pronunciou sobre a decisão.

“Depois de discussões entre as autoridades locais e a Fifa, foi decidido que a venda de bebidas alcoólicas será restrita à Fifa Fan Festival e a outros lugares licenciados destinados aos fãs, retirando os pontos de venda de cerveja do perímetro dos estádios da Copa do Mundo de 2022. Não haverá impacto na venda de Bud Zero, que vai continuar disponível em todos os estádios do Qatar”, disse o comunicado da Fifa.

Deixe um comentário...