Ilan Goldfajn é primeiro brasileiro a ser eleito presidente do BID

Ilan Goldfajn. Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Por Thalys Alcântara

A assembleia de governadores do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) elegeu o economista Ilan Goldfajn como presidente no domingo (20/11).

É a primeira vez que um brasileiro é eleito para presidir o BID. Goldfajn foi escolhido com 80,1% dos votos.

O economista Ilan Goldfajn é ex-presidente do Banco Central (BC), que presidiu entre 2016 e 2019.

llan Goldfajn foi indicado como candidato do Brasil pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Em outubro, Guedes aproveitou as reuniões anuais do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI), nos Estados Unidos, para buscar apoio à candidatura brasileira.

Atualmente, Goldfajn é diretor do Departamento do Hemisfério Ocidental do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Perfil

Nascido em Haifa (Israel) em 1966, Goldfajn mudou-se para o de Rio de Janeiro ainda jovem. Ele se formou em Economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) e concluiu mestrado na mesma instituição.

Ilan acumula passagens pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), nos anos 1990, e pelo Itaú Unibanco, entre 2009 e 2016, onde atuou como economista-chefe. Foi sócio da Gávea Investimentos e também deu aulas de economia na PUC fluminense no início dos anos 2000.

Antes de assumir a presidência do BC, Ilan Goldfajn já havia sido diretor de política econômica da instituição entre 2000 e 2003.

Deixe um comentário...