Moro diz que governo segue sem rumo e critica moeda comum

Por Marcos Melo

O senador eleito Sergio Moro (União Brasil-PR) desaprovou a ideia de criação da moeda sul-americana comum. Os entusiastas do projeto são os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Alberto Fernández, da Argentina.

Moro utilizou suas redes sociais, nesta segunda-feira (23), para alertar para o que chamou de “cortina de fumaça”, pois de acordo com ele o “PT não tem qualquer projeto substancial para a economia brasileira”.

– Propor moeda comum com a Argentina é cortina de fumaça para a inexistência, até o momento, de qualquer projeto substancial para a economia brasileira e ilustra que o Governo do PT segue sem rumo – disparou o ex-juiz.

Deixe um comentário...