Mulher tenta fazer selfie com arma e morre com tiro na cabeça

Eva Cristina Dias. Foto: Reprodução/Facebook

Por Thamirys Andrade

Uma mulher de 36 anos atirou contra a própria cabeça acidentalmente ao tentar registrar uma selfie com a arma de um amigo que possui registro de CAC (caçador, atirador e colecionador). Eva Cristina Dias chegou a ser levada para um hospital, mas não resistiu. O acidente ocorreu no último domingo (20), e o óbito, na madrugada da segunda-feira (21).

De acordo com informações da Folha de S.Paulo, a mulher estava acompanhada de Felipe Teodoro Gomes, de 30 anos, proprietário da arma. Na ocasião, ele havia dado uma carona para ela até a residência dela, no Bairro Jardim José Ometto.

Ao chegar em frente à casa, Eva pediu para tirar a foto com a pistola calibre 9mm, que acabou disparando no momento do registro. O acidente ocorreu por volta das 4h30. Ela foi levada a um pronto-socorro da região em estado grave, mas não resistiu ao ferimento.

Gomes acabou preso, por porte ilegal de arma. Sua licença só permitia o transporte da arma no trajeto da casa do atirador até o clube de tiro. Ele pagou uma fiança de R$ 3 mil e responderá em liberdade. Ele será indicado também por lesão corporal e homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Deixe um comentário...