Em meio a crise, nova primeira-ministra britânica demite ministro de Finanças

A primeira-ministra do Reino Unido, Liz Truss, em entrevista coletiva na qual anunciou a demissão de seu ministro de Finanças, em 14 de outubro de 2022. — Foto: Daniel Leal via Reuters

Em uma crise de governo pouco mais de um mês após assumir o poder, a primeira-ministra do Reino Unido, Liz Truss, demitiu na sexta-feira (14) seu ministro das Finanças, Kwasi Kwarteng.

Em uma carta antes do anúncio oficial de Truss, Kwarteng confirmou a demissão e anunciou que deixa o cargo, em meio a uma forte onda de críticas por conta de seu plano fiscal que também já colocou em debate a demissão da própria primeira-ministra.

Truss assumiu o governo do Reino Unido em 6 de setembro, após Boris Johnson renunciar ao cargo.

Em pronunciamento nesta manhã, Truss disse que manterá o aumento de taxas mas descartará parte do plano econômico de Kwarteng e mudará sua política fiscal para tentar aplacar as críticas. Ela também disse que os gastos que ela havia anunciado previamente serão aplicados de forma mais lenta, para não assustar o mercado.

“Vamos controlar o tamanho do estado para garantir que o dinheiro dos contribuintes seja sempre bem gasto. Nosso setor público se tornará mais eficiente para fornecer serviços de classe mundial para o povo britânico e os gastos crescerão menos rapidamente do que o planejado anteriormente”, declarou.

Kwarteng anunciou a nova política fiscal em 23 de setembro, que previa uma série de cortes de taxas e impostos para tentar tirar a economia britânica de anos de crescimento estagnado.

Mas a resposta dos mercados ao plano foi tão negativa que o Banco da Inglaterra teve que intervir para evitar que um cenário caótico nos fundos de pensão por conta dos custos de empréstimos e hipotecas, que aumentaram.

Truss e Kwarteng estão sob crescente pressão para reverter o curso da política fiscal desde então. Pesquisas mostraram o apoio ao Partido Conservador entrou em colapso, o que também levou a rumores sobre uma demissão da própria Truss.

Deixe um comentário...