Emerson Fittipaldi não consegue vaga no Senado da Itália

Emerson Fittipaldi durante o Salão do Automóvel 2018, em São Paulo — Foto: Fábio Tito/G1

O ex-piloto de Fórmula 1, Emerson Fittipaldi, não conseguiu se eleger para o Senado da Itália. Ele disputava a vaga destinada à America do Sul no Parlamento italiano, mas acabou ficando em segundo lugar.

O vencedor foi o argentino Mario Alejandro Borghese.

Fittipaldi disputava a vaga pelo partido Fratelli d’Italia, considerado de extrema direita. A sigla foi a campeã das eleições gerais italianas, com 26% dos votos.

Após o resultado, o ex-piloto agradeceu o apoio e disse esperar uma nova Itália.

– Agradeço muitíssimo pelos mais de 90 mil votos que recebi dos oriundis do Brasil e toda a América do Sul. Também agradeço a parceria com o Lorenzato nessa campanha. Ganhamos em quase todos os países, menos na Argentina. Parabenizo o meu partido, Fratelli d’Italia, e a nossa primeira-ministra eleita, Giorgia Meloni por essa vitória histórica, que vai criar uma nova Itália. Tenho certeza que o novo governo italiano vai criar um relacionamento muito mais intenso com o Brasil. Muito obrigado, que Deus abençoe todos os governantes da nova Itália – destacou.

Deixe um comentário...