Jovem é encontrada morta dentro de loja de maçonaria em Curitiba

Foto: Reprodução

Por Guilherme Barchik e Marcelo Borges

Uma mulher foi encontrada morta, com sinais de agressão, dentro de uma loja maçônica, na manhã da sexta-feira (25/11), no bairro Novo Mundo, em Curitiba (Paraná).

Segundo testemunhas, um homem é o principal suspeito do homicídio. Há hipótese de crime passional. O corpo da vítima foi encontrada por uma funcionária que acionou a Polícia Militar.

O delegado Thiago Teixeira, da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), afirmou que a jovem foi morta a facadas por um suspeito que invadiu o estabelecimento.

“A vítima tem 22 anos, ela trabalhava aqui no local. Uma diarista chegou e encontrou uma porta de vidro quebrada e a vítima já sem vinda dentro do estabelecimento. A princípio ela chegou sozinha, posteriormente um homem no local, quebrou a porta. Dentro do local onde ocorreu o crime não tem imagens de câmeras. Ele acabou desferindo umas facadas nela. Vamos agora tentar identificar o suspeito. Ela não tinha nenhuma medida protetiva.” – Conta o delegado Thiago Teixeira

A loja maçônica não tem câmeras internas o que vai dificultar a investigação. Pelas imagens externas é possível ver o suspeito entrando e saindo local do crime. Momentos antes, a vítima acessou o local utilizando chaves, era uma prestadora, em seguida o suspeito chega e arromba a porta.

O major Kredens acredita que o suspeito tenha entrado no local pulando o muro e depois saiu pelo portão principal e afirmou que o possível autor já consta com passagens pela polícia.

“A situação aparentava ser de furto. Foi um porta de vidro que foi quebrada e tinha uma jovem ferida. Com a chegada da PM, foi constatado o óbito. Foi encontrada a faca que possivelmente foi utilizar no crime. Agora esta sendo desenvolvido trabalho de identificação e localização desse autor. Esse possível autor tem diversas passagens pela polícia. Não foi levado nada, o ambiente não foi revirado, o crime pode ser passional.” – relatou Kredens para a reportagem

A testemunha que encontrou a vítima caída conversou com a reportagem e falou do susto que foi encontrar o corpo da jovem caída dentro do trabalho.

“Cheguei para trabalhar vi a porta quebrada e a pessoa no chão. Uma mulher bem vestida. Quando eu vi ela caída no chão voltei gritando. Muito difícil” – Disse a testemunha

Deixe um comentário...