Policial de folga é agredido com soco, chute, coronhada e é baleado durante arrastão a farmácia em SP; veja vídeo

Vídeo gravado por farmácia mostra agressão e tiro contra policial de folga em São Paulo — Foto: Reprodução/Redes sociais

Por William Santos, Willian Rafael, André Emateguy, Hermínio Bernardo, Mel Trench, Tiago Scheuer e André Graça

Vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que um policial civil de folga é agredido e baleado por criminosos durante um arrastão a uma farmácia na Zona Leste de São Paulo (veja vídeo clicando aqui). Ele foi atingido por um disparo no ombro, mas não corre risco de morrer.

Três assaltantes que aparecem nas imagens fugiram levando a arma e pertences do agente e são procurados. Também foram roubados pertences de outros clientes e funcionários, como dinheiro e um celular. Uma arma falsa deixada pela quadrilha foi apreendida pela Polícia Militar (PM).

O crime ocorreu na noite da quarta-feira (12) na Droga Raia, na Chácara Belenzinho. As imagens, gravadas pela câmera de segurança da farmácia, mostram que os bandidos entraram no local fingindo ser clientes. Eles se pesaram na balança e depois anunciaram o assalto, apontando armas.

Depois disso, a quadrilha passou a roubar os pertences dos clientes e funcionários. Os objetos eram colocados dentro de um saco plástico escuro.

A filmagem mostra ainda quando o grupo aborda o investigador da Polícia Civil, que estava dentro da farmácia como cliente também.

Os bandidos o revistam e depois passam a agredi-lo, com socos, chutes e coronhadas. Em dado momento, um dos criminosos atira perto do ombro da vítima, que é atingida no antebraço.

Os bandidos fogem roubando a arma do policial. Ele cai e passa a se arrastar no chão até ser socorrido. O agente foi levado ferido para o Pronto Socorro do Hospital Geral de São Mateus. O estado de saúde era estável até a última atualização desta reportagem.

Testemunhas chamaram a Polícia Militar (PM), que foi ao local e depois registrou a ocorrência no 31º Distrito Policial (DP), Vila Carrão. Segundo a Polícia Civil, que investiga o caso, a quadrilha estaria envolvida em outros assaltos em comércios da região. Nenhum suspeito pelo crime na farmácia foi preso.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), o caso foi registrado como roubo e tentativa de latrocínio. A investigação será feita pelo 58º DP, Vila Formosa.

Procurada, a Droga Raia afirmou, por meio de nota, que a ocorrência foi registrada e a empresa “seguirá colaborando com as investigações das autoridades.”

32 assaltos a estabelecimentos na Grande SP

Neste ano, ao menos 32 estabelecimentos comerciais foram alvos de bandidos na Grande São Paulo. Desse total, sete são farmácias, incluindo a que o policial foi baleado nesta quarta na Zona Leste da capital.

No entanto, o alvo preferido de criminosos, conforme levantamento da TV Globo, são shoppings: ao menos 12 casos. Os outros 13 casos ocorreram em supermercados, joalheiras, mercado, lotérica e uma galeria de arte.

Deixe um comentário...