Conheça como surgiu a Romaria de Nossa Senhora da Penha na Paraíba

Romaria de Nossa Senhora da Penha na Paraíba. Foto: Reprodução

Tradição com quase 260 anos, a Romaria de Nossa Senhora da Penha, em João Pessoa, reúne centenas de milhares de devotos e fiéis. São 14 quilômetros percorridos com muita fé, oração e música. Mas você sabe como tudo isso começou?

A devoção à Nossa Senhora da Penha na Paraíba iniciou por volta de 1760, quando um grupo de navegadores portugueses ficou à deriva no mar. O episódio aconteceu próximo à Praia da Penha, que na época era conhecida como praia do Aratu.

No momento da aflição, os navegadores pediram a intercessão de Nossa Senhora e prometeram, caso conseguissem sobreviver, construir uma capela para ela. Em 1763, a promessa foi cumprida, sendo construída uma capelinha no alto do morro, dedicada à Nossa Senhora da Penha.

Com o passar dos anos, o local foi se tornando cada vez mais conhecido e atraindo mais pessoas que paravam na capela para fazer orações. Aos poucos, os devotos começaram a realizar procissões populares com a imagem da capela. O movimento foi crescendo e se tornou o que é hoje: a maior romaria da Paraíba e a segunda maior em percurso no Brasil.

Para abrigar a quantidade de fiéis que foi aumentando ano após ano, uma nova igreja foi construída em frente à capela.

259ª ROMARIA

Após dois anos, a tradicional Romaria de Nossa Senhora da Penha vai voltar às ruas de João Pessoa. O evento, suspenso duas vezes por causa da pandemia, vai acontecer neste sábado (26).

Neste ano, a 259º edição da Romaria tem como tema: “Senhora da Penha, dá-nos sabedoria e amor; ensina-nos a construir uma sociedade justa, fraterna e de paz”.

Confira a programação completa da Romaria da Penha 2022

 

Deixe um comentário...