França bate Áustria e se salva; De Bruyne lidera vitória da Bélgica

Kylian Mbappé. Foto: Reprodução

Por Estadão Conteúdo

A França contou com gols de Kylian Mbappé e Olivier Giroud na quinta-feira (22/9) para vencer a Áustria por 2 x 0, no Stade de France, pela penúltima rodada do Grupo 1 da Liga das Nações da Uefa. O resultado, primeira vitória da seleção comandada por Didier Deschamps no campeonato, evitou a confirmação do rebaixamento para a Liga B, mas o risco ainda existe.

Até então lanternas, os franceses chegaram a cinco pontos, subiram para o terceiro lugar e deixaram os austríacos em quarto A definição da permanência francesa na Liga A será no domingo, contra a Dinamarca, que caiu para a segunda colocação, com nove pontos, após ser derrotada por 2 x 1 pela Croácia, agora líder, com 10. O triunfo croata foi construído com gols de Majer e Sosa. Eriksen fez o único gol dinamarquês.

Na Liga das Nações, os primeiros colocados de cada um dos quatro grupos da Liga A avançam às semifinais, e os quatro últimos das chaves caem para a Liga B. A vaga do Grupo nas semis, portanto, ficará com Croácia ou Dinamarca, enquanto a Áustria, adversária dos croatas na rodada final, briga com os franceses para não cair.

A França teve um primeiro tempo de amplo domínio nesta quinta, não à toa foi para o intervalo com 15 finalizações contra apenas uma da Áustria. De todas as tentativas, entretanto, nenhuma terminou com bola na rede. A melhor chance foi de Tchouaméni, aos 34 minutos. No lance, o meio-campista do Real Madrid virou uma bicicleta e viu o goleiro Pentz tocar de leve antes de a bola bater no travessão. Griezmann pegou o rebote na pequena área, mas Pentz se recompôs rapidamente para agarrar.

O zero saiu do placar aos 10 minutos do segundo tempo, quando Mbappé partiu em velocidade, se livrou de três marcadores e bateu forte para o gol. Pouco depois, aos 19, Giroud recebeu cruzamento de Griezmann e fez de cabeça. A torcida francesa quase comemorou o terceiro após Mbappé receber bom lançamento de Griezmann. No lance, o astro do Paris Saint-Germain driblou o goleiro, mas se atrapalhou e saiu com a bola pela linha de fundo, antes de a arbitragem marcar impedimento, para o alívio do atacante.

De Bruyne lidera vitória belga

No Estádio Rei Balduíno, em Bruxelas, a Bélgica foi liderada por De Bruyne e venceu o País de Gales por 2 x 1. O meia do Manchester City mostrou várias de suas qualidades ao decorrer do primeiro tempo, marcou o primeiro gol belga e contribuiu com uma bonita assistência para Batshuayi ampliar. Ainda acertou uma bola na trave e teve um chute perigoso muito bem defendido pelo goleiro Hennessey.

Os galeses reagiram no segundo tempo com um gol de Brennan Johnson e apostaram na entrada de Gareth Bale aos 18 minutos para buscar o empate, que não veio. Por isso, eles continuam em quarto e último lugar no Grupo 4, ainda sem vencer com apenas um ponto, mas ainda com chances de recuperação na rodada final.

A Bélgica, por sua vez, está em segundo lugar, com dez pontos, três atrás da líder Holanda. No outro jogo da chave, os holandeses venceram a Polônia (3ª, com 4 pontos) por 2 x 0. Os gols foram marcados por Gapko e Bergwijn, e o astro polonês Robert Lewandowski passou em branco.

A disputa da rodada final, no domingo, terá duelos diretos pela classificação e contra o rebaixamento. Holanda e Bélgica decidem a vaga nas semifinais, enquanto País de Gales e Holanda duelam pela permanência na Liga A.

Deixe um comentário...