Milei aciona FAB e avisa Itamaraty que fará “visita privada” ao Brasil

0

Javier Milei. foto: reprodução

O presidente da Argentina, Javier Milei, informou ao Itamaraty na quinta-feira (4/7) que fará uma “visita privada” ao Brasil no fim de semana, quando participará de um evento conservador em Balneário Camboriú (SC).

Segundo apurou a coluna, a embaixada argentina em Brasília pediu ao Ministério das Relações Exteriores de Lula facilidades nos procedimentos migratórios e aduaneiro, o que é de praxe para chefes de estado.

O governo Milei também procurou a Força Aérea Brasileira (FAB) para pedir autorização de sobrevoo no espaço aéreo nacional e de pouso no aeroporto internacional de Florianópolis, capital de Santa Catarina.

A coluna apurou que o presidente argentino deve pousar em Florianópolis na noite do sábado (6/7). A previsão é de que ele pernoite na capital catarinense e siga para Balneário Camboriú apenas no domingo (7/7).

No pedido à Aeronáutica, segundo apurou a coluna com fontes do governo federal, o presidente argentino informou que deverá retornar a seu país já na noite do domingo.

Apoio logístico

Embora tenha acionado o Itamaraty e a FAB para questões migratórias, Milei preferiu pedir apoio logístico ao governo de Santa Catarina, atualmente comandado pelo governador bolsonarista Jorginho Mello (SC).

Segundo apurou a coluna, o consulado argentino no estado acionou a Casa Militar do governo catarinense, que deverá fornecer veículos para a comitiva presidencial e policiais para ajudarem na segurança de Milei.

De acordo com fontes da embaixada da Argentina no Brasil, não há previsão de agendas de Milei com Lula ou outros integrantes do governo federal por se tratar de uma “visita privada” do presidente argentino.

Por outro lado, o chefe da Casa Rosada deverá se reunir com Jair Bolsonaro, com o qual mantém relação próxima. O ex-presidente brasileiro participará do mesmo evento que Milei em Balneário Camboriú.

About Author

Deixe um comentário...