Pai e filho ameaçaram postar fotos de Schumacher na ‘dark web’ se família do ex-piloto não pagasse ‘milhões de euros’, diz promotoria

0

Michael Schumacher — Foto: BBC/AFP

O pai e o filho acusados na Alemanha de chantagear a família de Michael Schumacher ameaçaram divulgar fotos recentes do ex-piloto na “dark web”, segundo promotores da cidade de Wuppertal.

Para não fazer isso, chantagearam a família de Schumacher, cobrando “milhões de euros”, ainda segundo os promotores. A informação é da agência Reuters.

“Dark web” é um termo que se refere a páginas na internet que não são acessíveis por navegadores comuns, e, por serem de difícil rastreamento, muitas vezes são utilizadas para o compartilhamento de conteúdo ilegal.

O caso foi revelado na quarta-feira (3), quando os promotores disseram ter encontrado fotos privadas da família do heptacampeão mundial de Fórmula 1.

A promotoria não divulgou mais detalhes do caso, sob a alegação de segredo de Justiça. No entanto, o jornal Südkurier afirma que os suspeitos são pai e filho de 53 e 30 anos, respectivamente.

O pai trabalharia como segurança em uma casa noturna na cidade de Konstanz, afirma o jornal. Os suspeitos estariam ameaçando a família Schumacher de divulgar as imagens obtidas na “dark web”, a não ser que recebessem milhões de euros em troca das fotos, segundo os promotores do caso.

Um porta-voz da família Schumacher disse à agência Reuters que não iria comentar o caso.

O estado de saúde do heptacampeão da Fórmula 1 Michael Schumacher é mantido em segredo pela família desde um grave acidente de esqui sofrido pelo ex-piloto em dezembro de 2013, em Méribel, na França.

Relatos de pessoas próximas dão conta de que Schumacher sofreu sequelas neurológicas permanentes após ter batido a cabeça. Sua mulher, Corinna, e seu círculo familiar mantêm detalhes sobre o estado de saúde do piloto sob máximo sigilo, e não divulgam imagens do ex-piloto desde então.

About Author

Deixe um comentário...