MPPB analisa denúncia de suposta perseguição e homofobia contra capitão da Polícia Militar

1

Ministério Público da Paraíba - MPPB — Foto: Ascom/MPPB

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) abriu uma investigação para apurar denúncias de suposta perseguição e homofobia contra o Capitão Fábio França, da Polícia Militar da Paraíba (PMPB). A denúncia anônima foi realizada por um tenente da própria PMPB ao Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Ncap/MPPB). A portaria de instauração da denúncia foi oficializada no último dia 25 de junho.

Segundo informações apuradas, o Capitão Fábio França, reconhecido por ser o primeiro oficial da Polícia Militar no Brasil a obter doutorado, tem se destacado à frente do Centro de Educação da PMPB, transformando-o em uma referência nacional. Contudo, o denunciante, que também serviu no Centro de Educação, afirma que o capitão é alvo de perseguição e homofobia pelo Comando Geral da Polícia Militar.

O procedimento administrativo para investigar essas graves acusações está sendo conduzido pelo promotor de justiça Claudio Antonio Cavalcanti, integrante do Ncap/MPPB.

Em meio às denúncias, o Capitão Fábio França foi transferido do Centro de Educação para a Diretoria de Apoio Logístico (DAL). O Comando Geral da PMPB não informou os motivos dessa transferência, o que gerou mais especulações sobre possíveis motivações discriminatórias.

O espaço está aberto para que o Comando Geral da PMPB se pronuncie sobre as denúncias.

About Author

1 thought on “MPPB analisa denúncia de suposta perseguição e homofobia contra capitão da Polícia Militar

Deixe um comentário...