Pai é preso suspeito de abusar sexualmente da própria filha de três anos em JP

Delegacia da Mulher, em João Pessoa — Foto: Divulgação/Secom-PB

Um homem foi preso na sexta-feira (25) suspeito de abusar sexualmente da própria filha, de três anos, em João Pessoa. A prisão aconteceu na creche onde a criança estuda, no bairro do Geisel, após a Polícia Militar (PM) ser acionada pelo Conselho Tutelar.

Segundo a Polícia Civil, o estupro de vulnerável foi constatado através do laudo pericial.  No dia 8 de novembro, a diretora da creche percebeu o primeiro indício ao dar banho na vítima. “A criança reclamava de muitas dores, agressividade e dores na genitália, inclusive um sangramento apresentado superficial (…) na calcinha, na vestimenta íntima da criança e está apreendida na delegacia de proteção à criança”, falou delegada Wladia Holanda à equipe de reportagem da Rede Tambaú de Comunicação (RTC).

Conforme a delegada Wladia Holanda de Lima, o laudo aponta que houve ato libidinosos e com conjunção carnal. “Indícios da violência estão presentes nesse exame e a diretora da creche onde a criança estuda também produziu uma prova contundente em que a criança aponta a autoria do crime ao próprio pai”, disse a delegada plantonista da delegacia da mulher, Wladia Holanda.

O homem foi autuado em flagrante e deve passar por audiência de custódia.

Denuncie

A Polícia Civil da Paraíba disponibiliza canais de atendimento para receber denúncias sobre violência contra crianças e adolescentes. Além das delegacias especializadas em João Pessoa e Campina Grande, a denúncia pode ser feita em qualquer delegacia distrital ou municipal em todo o estado.

De forma virtual também é possível fazer uma denúncia. Para isso, a Polícia Civil disponibiliza o disque-denúncia (197) e a delegacia online: www.delegaciaonline.pb.gov.br.

Outra opção é o disque-denúncia nacional (disque 100), uma vez que a denúncia feita por este canal é direcionada para a delegacia da região onde estaria acontecendo o fato.

Deixe um comentário...