PF prende influenciador suspeito de aplicar golpes de R$ 15 milhões

0

Gabriel Saletti Pinotti

São Paulo – A Polícia Federal (PF) prendeu o influenciador Gabriel Saletti Pinotti, acusado de aplicar golpes de falsos investimentos que somam R$ 15 milhões, no interior paulista.

O influenciador foi alvo de prisão temporária na Operação Take Profit, deflagrada pela PF na terça-feira (18/6). Segundo a investigação, o esquema teria durado quatro anos e feito cerca de 200 vítimas.

Os policiais também cumpriram mandados de busca e apreensão em Matão e Ribeirão Preto, ambas no interior de São Paulo, para recolher equipamentos eletrônicos do investigado.

As vítimas afirmam que Gabriel se apresentava como professor de investimentos e “trader” – tipo de operador do mercado financeiro que busca ganhar dinheiro com a compra e venda de ativos.

Há suspeita de que o dinheiro foi usado para arcar com veículos de luxo, imóveis e viagens internacionais. O investigado pode responder por crime financeiro, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e outros delitos.

Procurada, a defesa do influenciador afirmou que ainda não teve acesso ao inquérito e não vai se pronunciar por enquanto.

Calote

O inquérito foi instaurado após denúncia do advogado Kaique Calixto, que representa 20 vítimas do influencer. O grupo, formado pelos principais credores do influencer, teria sido lesado em R$ 11 milhões.

Ao portal Metrópoles, o advogado relata que Gabriel começou a oferecer aulas e cursos sobre investimentos financeiros durante a pandemia de Covid-19. “Após ganhar a confiança das pessoas, ele oferecia serviço de gestão de patrimônio”, diz.

Com 160 mil inscritos no YouTube e 65 mil seguidores no Instagram, o influenciador oferecia um contrato para pegar dinheiro emprestado e prometia retorno de no mínimo 2% do valor, segundo o representante das vítimas.

“Inicialmente, ele cumpriu o combinado. Depois, a grana simplesmente sumiu”, afirma Kaique. Segundo afirma, Gabriel também não tinha certificado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), necessário para atuar no mercado financeiro.

Bens bloqueados

Em março de 2024, Gabriel entrou com declaração judicial de “insolvência civil”. Na ação, ele alega não ter condições de pagar uma dívida de R$ 13,3 milhões e diz não possuir bens móveis, imóveis ou valores para arcar com a devolução do dinheiro.

As vítimas teriam sido avisadas da situação do influenciador por mensagens de WhatsApp.

Por causa do calote, Kaique diz ter entrado com medida cautelar no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) para bloquear o patrimônio do influenciador.

A ação encontrou apenas R$ 10 mil nas contas de Gabriel e conseguiu o bloqueio de um veículo da marca BYD e uma casa de luxo no condomínio Alphaville, em Ribeirão Preto, de acordo com o advogado.

About Author

Deixe um comentário...