Homem é condenado a 18 anos de prisão por morte de capoeirista em Campina Grande

Capoeirista morta por ex-aluno em Campina Grande — Foto: TV Paraíba/Reprodução

O homem que matou a capoeirista Cristiane Soares de Farias a tiros, em Campina Grande, foi condenado a uma sentença de 18 anos e quatro meses de prisão na terça-feira (22). O crime aconteceu em fevereiro de 2020, enquanto a vítima, de 43 anos, participava de uma roda capoeira, em um parque público da cidade.

De acordo com as investigações policiais, Helmute Damião Ferreira, de 21 anos, é ex-aluno da vítima e cometeu o crime porque não aceitava ter sido excluído do grupo de capoeira dela. Ele condenado pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe.

O júri popular aconteceu por meio de uma audiência, via internet, já que o condenado cumpre pena por tráfico de drogas em um presídio de São Paulo. Ao todo, sete jurados participaram a decisão.

Deixe um comentário...