Homem suspeito de matar mulher com tiro na cabeça se apresenta à polícia, em Campina Grande

Central de Polícia Civil de Campina Grande — Foto: Reprodução/TV Paraíba

O homem suspeito de matar Leidjane Maria Sousa Silva, de 29 anos, com um tiro na cabeça, no dia do aniversário dela, se apresentou à polícia, na quinta-feira (13). De acordo com a Polícia Civil, o homem prestou depoimento e foi liberado.

O crime aconteceu na última terça-feira (11). A vítima estava na casa de uma amiga, no residencial Major Veneziano, em Campina Grande, quando foi atingida por um tiro na cabeça.

Ela chegou a ser socorrida pelo Samu para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas não resistiu e morreu.

Segundo o delegado Ramirez São Pedro, da Polícia Civil em Campina Grande, responsável pela investigação, seis testemunhas foram ouvidas. Todas as pessoas ouvidas relataram que o disparo foi acidental e que o suspeito não tinha a intenção de matar Leidjane.

Leidjane Maria Sousa Silva, de 29 anos, morreu após ser atingida por tiro, em Campina Grande — Foto: Reprodução/TV Paraíba
Leidjane Maria Sousa Silva, de 29 anos, morreu após ser atingida por tiro, em Campina Grande — Foto: Reprodução/TV Paraíba

O principal suspeito não tinha sido localizado, mas na manhã da quinta-feira (13) se apresentou à polícia com um advogado. Ele disse que Leidjane o procurou para ver a arma e chegou a manuseá-la, mas ele teria retirado as munições. Quando devolveu a arma à mulher, a arma disparou.

Ainda de acordo com o delegado, o homem disse que foi orientado a sair do local do crime. Ele ligou para a mãe quando ela prestava depoimento à polícia e disse que se entregaria. No depoimento, ele também confessou que é proprietário da arma.

O delegado também explicou que tem 30 dias para concluir as investigações, a partir do laudo pericial e do depoimento de todas as testemunhas.

O suspeito foi liberado e deve responder ao crime em liberdade.

Deixe um comentário...