Sinais de demência podem ser percebidos ainda na fase adulta. Entenda

Foto: Svisio, Istock

Por Ana Gadelha

Assim como o corpo, com o passar dos anos o cérebro também vai mostrando sinais de envelhecimento. Um deles é a diminuição lenta e progressiva da atividade mental, que pode levar a quadros de demência. A doença neurodegenerativa mais comum é o Alzheimer, mas existem vários outros problemas relacionados principalmente à cognição, memória, perda de algumas habilidades e mudanças de humor.

Apesar de estarem mais relacionadas aos idosos, as demências também pode aparecer na fase adulta, e as mulheres são duas vezes mais propensas a desenvolvê-las. O problema não tem cura, mas o tratamento pode controlar a evolução da neurodegeneração. Veja os quatro principais sinais de estágios iniciais para tratar assim que identificados:

1.Memória curta

Constantes falhas na memória recente – como não conseguir lembrar o que comeu no café da manhã ou o que fez na noite anterior -, podem ser indícios de um começo de demência ainda na fase adulta. O paciente encontra muita dificuldade para se lembrar de fatos que aconteceram há pouco tempo.

2. Humor instável

Mudanças repentinas de humor são importantes indicadores de um possível quadro de demência. Principalmente se acompanhados de dificuldade de autojulgamento e apatia em relação a algumas situações ou pessoas. Geralmente, os sintomas são percebidos por amigos ou parentes que vivem próximos à pessoa com a doença.

3. Desânimo para tudo

A medida que a atividade cerebral vai diminuindo, o paciente vai sentindo preguiça, desânimo, falta de interesse em fazer atividades do dia a dia ou até mesmo práticas que dão sensação de prazer, como dançar e sair com amigos.

4. Falta de foco

Sinais como desorientação e dificuldade de focar em uma única atividade também podem indicar fases iniciais de demência quando acontecem de forma recorrente. O paciente também pode ter que se esforçar para expressar pensamentos e ideias.

Quando os sinais são identificados, a recomendação é anotar a frequência dos sintomas e avaliar junto ao médico quais seriam as possíveis causas. Se forem detectados estágios iniciais de demência, o profissional irá indicar o melhor tratamento para evitar uma evolução da degeneração.

Pesquisas recentes apontaram que dietas ricas em antioxidantes – como cenoura, laranja morangos, aipo e bananas – e praticar exercícios físicos também podem ajudar a retardar estágios mais avançados da demência.

Deixe um comentário...