Ciro Gomes: “Vou ao segundo turno para salvar o Brasil dessa tragédia”

Ciro Gomes. Foto: Vinícius Schmidt

Por Rebeca Borges

Ciro Gomes (PDT), candidato à Presidência da República, afirmou, na quarta-feira (21/9), que não declara voto em outros candidatos em um eventual segundo turno por acreditar que estará na disputa. “Vou votar em mim”, disse o pedetista.

A declaração foi dada em sabatina organizada pelo jornal Estado de S. Paulo em parceria com a Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP).

O candidato afirmou que Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL), postulantes com melhor desempenho nas pesquisas de intenção de voto, “vão matar o Brasil”.

“Eu vou ao segundo turno para salvar o Brasil dessa tragédia. Eles vão matar o Brasil. Vou ao segundo turno e só Deus e os brasileiros às 17h30 do dia 2 [de outubro] me tirarão a determinação de vencer as eleições”, afirmou.

Levantamento divulgado pelo Instituto Quaest, na quarta-feira (21/9), aponta que Lula tem 44% das intenções de voto. Bolsonaro tem 34% e Ciro, 6%.

Durante a sabatina, o candidato do PDT citou as eleições de 2018, quando não apoiou Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro no segundo turno do pleito ao Palácio do Planalto.

“Eu estava aqui na votação, eu não fui para Paris no dia da votação. O que não fiz foi fazer campanha junto de bandido”, disse.

Reunião entre Lula ex-candidatos

Ciro também criticou o encontro entre o ex-presidente Lula e diversos ex-candidatos à presidência da República. O evento ocorreu na segunda-feira (19/9), em São Paulo. Nomes como Henrique Meirelles (União), Guilherme Boulos (PSol) e Cristovam Buarque (Cidadania) marcaram presença.

O candidato do PDT afirmou que os participantes da agenda estão sendo “enganados” por Lula.

“O Meirelles é o autor do teto de gastos que não existe na literatura de nenhum país do mundo, e que basicamente protege o tesouro nacional como presa do sistema financeiro. E tem o Boulos, que faz a pose de grande líder das esquerdas do Brasil. Alguém está sendo enganado, e tenho certeza de que é o Meirelles. E quem está enganando é o Lula”, afirmou.

Deixe um comentário...