Segundo Lula, pessoas com deficiência são invisíveis para a elite

Lula. Foto: Fábio Vieira

Por Gabriela Marçal

São Paulo – Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se encontrou na tarde da quarta-feira (21/9) com representantes de movimentos que atuam em defesa dos direitos das pessoas com deficiência. A reunião ocorreu no Hotel Intercontinental, no Jardim Paulista, bairro nobre da zona oeste da capital paulista.

“Por que que uma parte das pessoas rejeita o PT? É porque pessoas como vocês, e outras pessoas que não estão aqui, foram entendidas por uma parte da elite brasileira pra serem invisíveis, para não ter a oportunidade de sair na rua”, disse o candidato à presidência.

O ex-presidente afirmou que antes de seu governo não havia políticas públicas para pessoas com deficiência.

Geraldo Alckmin (PSB) não participou do compromisso na capital paulista, pois esteve em Goiás. O candidato a vice-presidente na chapa do petista participou de reunião com empresários e políticos na Associação Comercial e Industrial de Goiás (Acieg), em Goiânia.

Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência

A campanha do candidato petista à presidência da República marcou a agenda para o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência.

A data foi instituída pela Lei nº 11.133, que foi assinada em 2005 por José Alencar, vice-presidente no mandato de Lula. O dia tem o objetivo de conscientizar sobre os direitos das pessoas com deficiência.

Deixe um comentário...