Tebet se diz otimista com virada no 1º turno: “Dez dias é muito tempo”

Simone Tebet. Foto: Divulgação

Por Victor Fuzeira

A candidata do MDB à Presidência da República, Simone Tebet, afirmou, na quinta-feira (22/9), que está “otimista” em uma virada histórica para ir ao segundo turno das eleições deste ano. “Eu estou otimista. Dez dias para uma eleição é muito tempo”, enfatizou, em agenda de campanha no Rio de Janeiro.

A senadora acredita que o caminho para reverter o cenário de polarização entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) está na baixa rejeição de sua chapa com Mara Gabrilli (PSDB).

“Como a nossa chapa é a menos rejeitada – e hoje, pelas pesquisas, é a que já tem maior quantidade de segundo voto, de quem não vota em um, aceitaria votar em nós – mostra, primeiro, que estamos do lado certo da história, com as pessoas e os companheiros certos, com as melhores propostas, e (que estou) muito otimista com esse Brasil que temos para construir”, explicou.

Tebet visitou, pela manhã, a sede da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Bio-Manguinhos, no Rio de Janeiro. A campanha da emedebista classificou a ida da presidenciável ao local como um “gesto de reconhecimento e agradecimento” à entidade pelo trabalho durante a pandemia da Covid-19.

“Estar na Fiocruz, aqui ao lado de nossos companheiros, é mostrar que a nossa candidatura acredita na ciência, que dinheiro não vai faltar para ciência, tecnologia e inovação, e é um reconhecimento, um agradecimento meu e da Mara, pelo que vivenciamos na CPI da Covid”, disse a candidata em coletiva à imprensa.

A emedebista aproveitou a oportunidade para se comprometer a aumentar as políticas de investimento em ciência, em um eventual governo. “Eu fiz questão, junto com a Mara, de vir aqui para conhecer tudo que a Fiocruz representou e representa para todos nós: ciência é vida, ciência é vacina no braço, é medicamento sendo criado para salvar vidas e medicamentos mais baratos. Nós estamos aqui para defender a vacina, para defender a ciência”, afirmou.

 

Deixe um comentário...