Após sequência de aumentos, Copom mantém taxa Selic a 13,75% ao ano

Banco Central, no Setor Bancário Sul, em Brasília. (Foto: Sergio Lima/Folhapress)

Por Deborah Hana Cardoso

Na quarta-feira (21/9), o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) manteve a Selic em 13,75% ao ano. Apesar da deflação brasileira, foi considerado o cenário internacional “adverso e volátil” e a alta dos juros americanos para a decisão.

A decisão encerra o ciclo de alta da Selic que ocorre desde março do ano passado. É a maior sequência de aumentos em 20 anos.

“O ambiente inflacionário segue pressionado, enquanto o processo de normalização da política monetária nos países avançados prossegue na direção de taxas restritivas”, disse o colegiado na decisão.

O Boletim Focus da última segunda-feira (19/9) projeta que o ano feche com a inflação em 6%.

Hoje, o Federal Reserve subiu em 0,75 pontos-base a taxa de juros dos EUA. Com isso, a taxa ficou entre 3% e 3,25% ao ano.

 

Deixe um comentário...